Visitas antecipadas movimentam os cemitérios do Alto Tietê


Em Mogi das Cruzes, Poá e Suzano, os moradores decidiram adiantar as visitas para evitar aglomerações no feriado desta segunda-feira. Feriado do Dia dos Finados movimenta cemitérios de Mogi das Cruzes
Muitos moradores do Alto Tietê aproveitaram o sábado (31), para adiantar as homenagens do Dia dos Finados. Um dos objetivos dos visitantes foi fugir de aglomerações na segunda-feira (2), para evitar o contágio com o novo coronavírus.
No cemitério São Salvador, em Mogi das Cruzes, o uso de máscara é obrigatório e também está sendo disponibilizados álcool em gel.
Os visitantes são orientados a comprar flores e não deixar os vasos e pratos nos túmulos, para não acumular água propícia para disseminação do Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da dengue.
Os cemitérios de Mogi das Cruzes estão com horário de funcionamento das 8h às 18h, todos os dias, sem previsão de alteração.
Nem a chuva e o tempo frio impediram a aposentada Maria de Lourdes Soares de ir ao cemitério de Poá. Acompanhada da vizinha, ela foi limpar o túmulo dos pais.
“Tem que cuidar dos túmulos, porque eles cuidaram de nós e o resto deles estão ali. É um cuidado simbólico”, conta Maria de Lourdes.
Os moradores do Alto Tietê decidiram adiantar as visitas ao entes queridos no Dia dos Finados.
Reprodução/TV Diário
Na manhã deste sábado (31), o movimento no Cemitério da Paz foi tranquilo. O feriado de finados é na segunda-feira (2), mas assim como a Maria de Lourdes, algumas pessoas aproveitaram p sábado, para homenagear os que já foram, seja levando flores ou limpando o jazigo, como o Antonio Vitorino.
“Todo ano eu venho, participo da missa, mas esse ano não teve. Eu vim hoje para evitar a aglomeração”, explica Antonio Vitorino.
No cemitério São Sebastião, em Suzano, o movimento foi um pouco maior. A rua foi interditada com os cavaletes. Já dentro do cemitério, várias medidas de prevenção contra o novo coronavírus, como álcool em gel e grades de proteção para separar os que já estão entrando dos que estão saindo.
O Elísio Fagundes da Silva veio homenagear a esposa. “Eu vim hoje porque depois fica muito aglomerado, então eu prefiro vir mais tranquilo para trazer uma lembrança para minha querida”, conta.
Já Carlos César Carvalho Rodrigues veio prestar homenagens ao patrão, que morreu há apenas dois meses, com quem tinha uma relação de amizade. “Foi uma pessoa muito especial na minha vida, me ajudou bastante e hoje eu vim fazer minha parte. Para nos dedicarmos aos nossos antepassados, não há chuva, porque é de coração”, explica.
Em Suzano, o prazo para limpeza dos túmulos termina nesta segunda-feira. Já em Poá, a Prefeitura não estipulou uma data limite para esta atividade.
Assista a mais matérias
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.