Você viu? Guerra da vacina, corrida à Casa Branca, 5G, Papa e a união civil de gays e mais notícias da semana


Leia seleção de reportagens publicadas no G1 com as notícias de 19 a 23 de outubro. Após decisão de Bolsonaro de não comprar vacinas chinesas, OMS afirma que critério para escolher um imunizante é a ciência, e não a nacionalidade. Em resposta a uma segunda onda de Covid-19, Europa adota medidas de isolamento. Estudo estima que 1 em cada 4 adultos da cidade de São Paulo já foi infectado pelo vírus. O governo libera verba e o Ibama determina que brigadas de combate a incêndios retornem às atividades, 24 horas após ter suspendido as atividades por falta de recursos. Papa defende união homoafetiva e declaração ganha repercussão mundial. Covid, racismo, imigração: o último debate entre Trump e Biden em 6 destaques. E ainda: as imagens que marcaram a semana e os vídeos que viralizaram.
O vaivém da vacina
Um dia depois de o Ministério da Saúde anunciar a intenção de adquirir a vacina chinesa, Bolsonaro disse que mandou cancelar a compra.
‘Já mandei cancelar’, diz Bolsonaro sobre protocolo de intenções da vacina CoronaVac
A novela da CoronaVac
Em uma reunião na terça-feira (20), em que participaram 24 governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ficou acertado o investimento de cerca de R$ 2,6 bilhões em 46 milhões de doses da vacina contra a Covid desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.
Mas na quarta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) escreveu em uma rede social que não compraria “vacina da China” e mandou “cancelar” o protocolo. Em seguida, o próprio ministério se agilizou em negar a aquisição e até retirou o comunicado original de seu site. Com o embate desencadeado, foi a vez de o governador de São Paulo se manifestar. João Doria (PSDB) afirmou: “Não devemos avaliar origem da vacina, mas sua eficácia”. Doria desejou ainda que “a paz também possa chegar ao espírito e às atitudes do presidente”.
Critério para escolher uma vacina é a ciência, e não nacionalidade, diz OMS
Governadores criticam a politização da vacina
‘Pouco importa de onde vem a vacina’, afirma diretor da Anvisa
Para militares, episódio ‘desmoralizou’ Pazuello como general
A inclusão da CoronaVac no Calendário Nacional de Vacinação seria uma mudança de rumos. A principal aposta do governo é a vacina de Oxford em parceria com a Fiocruz, também em fase final de testes.
Na segunda-feira (19), o governo de São Paulo informou que 35% dos 9 mil voluntários que participam dos testes da vacina chinesa no Brasil tiveram reações leves, e Doria defendeu que o imunizante é o mais seguro em desenvolvimento no país.
Para Fux, STF será chamado a decidir sobre vacina contra a Covid
Veja 5 pontos para entender o conflito sobre a compra da CoronaVac
O Assunto: vacina contra Covid: descompasso entre ciência e política
A vacina de Oxford
Voluntário brasileiro que participava de testes de vacina morre por complicações da Covid
Um voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford no país morreu na quarta-feira (21). Fontes ouvidas pela TV Globo disseram que João Pedro Feitosa, de 28 anos, estava no grupo que não recebeu nenhuma dose do imunizante, apenas do placebo. A farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que desenvolvem a vacina em conjunto, alegaram cláusulas de sigilo para não divulgar mais detalhes do caso. O médico recém-formado morreu devido a complicações da Covid-19.
Em setembro, os testes foram suspensos temporariamente após um dos participantes no Reino Unido apresentar reação adversa. Depois da revisão, a retomada foi liberada no Brasil. Desta vez, porém, os ensaios clínicos vão continuar. A Universidade de Oxford informou que uma avaliação cuidadosa foi feita por um comitê independente e que não há preocupações sobre segurança.
Voluntário era ex-aluno da UFRJ; centro acadêmico lamenta vazio e saudades
WEBSTORIES: entenda as etapas e veja as vacinas que estão sendo testadas no Brasil
Veja quais são as vacinas contra a Covid-19 que estão em teste em humanos ao redor do mundo
Covid no Brasil
Em meio à busca pela imunização da população, um estudo revelou que 26% dos moradores da cidade de São Paulo já tiveram contato com o coronavírus. Esse percentual equivale a cerca de 2,2 milhões de pessoas com mais de 18 anos que vivem na capital paulista.
É possível pegar Covid pela 2ª vez?
A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro está investigando o caso do agente administrativo Carlos Alberto Carvalho, que testou positivo para Covid duas vezes em um intervalo de quatro meses — em maio e em setembro. Se a reinfecção pelo novo coronavírus for confirmada, será o 1º caso no RJ.
Apesar de rara, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já disse que a reinfecção é possível.
Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, está com Covid-19
‘Meramente ilustrativo’, diz ministro da Ciência sobre gráfico sem dados usado em apresentação sobre medicamento
Senador morto por Covid, Arolde de Oliveira defendia uso de cloroquina e era contra o isolamento
Em meio à pandemia, multidão se aglomera em show de Mariana Fagundes no Pará
No mundo
O número de mortos pela Covid-19 desde o início da pandemia em todo o planeta passa de 1,1 milhão. O mundo alcançou a marca de 40 milhões de casos confirmados da doença na segunda-feira (19), apontou o monitoramento da universidade norte-americana Johns Hopkins. Os EUA são o país com mais óbitos (222,2 mil) e infectados (8,3 milhões) — dados de quinta-feira (22).
Já no continente europeu, que enfrenta uma 2ª onda do coronavírus, a Alemanha registrou recorde de novos casos diários na quinta-feira (22). Autoridades alertam que o país vive uma situação de saúde “gravíssima” e que “o vírus pode estar se espalhando incontrolavelmente”.
Alemanha alerta que situação da pandemia é muito grave
Casos de Covid na Itália atingem novo recorde diário com mais de 15 mil infecções
França amplia toque de recolher contra a Covid e Irlanda impõe lockdown
Corrida à Casa Branca
Trump e Biden no último debate antes da eleição
Reuters/Chip Somodevilla/Pool
A Covid-19 também esteve no centro do debate presidencial nos Estados Unidos. Em um clima mais civilizado do que no anterior, Donald Trump e Joe Biden se enfrentaram na quinta-feira (22) pela última vez antes da eleição de 3 de novembro. Os candidatos divergiram sobre a pandemia. Veja frases:
“Vai passar e, como eu disse, estamos dobrando a curva, estamos dobrando a esquina. Está indo embora”, disse Trump sobre a pandemia.
“Este é o mesmo sujeito que disse que tudo terminaria na Páscoa. Ele não tem um plano claro”, afirmou Biden.
Os dois também trocaram ataques pessoais. Trump tentou por algumas vezes usar o nome do filho de Biden, Hunter, a quem acusa de ter usado a influência do pai em negócios na Ucrânia quando este era vice-presidente. Já Biden, mais uma vez, chamou Trump de racista.
O debate final entre Trump e Biden em 6 destaques
VÍDEOS: veja as análises dos comentaristas da GloboNews
Kristen Welker: quem é a mediadora elogiada até por Trump pela condução do debate
WEBSTORIES: Entenda o sistema de votação dos EUA
Veja frases do segundo e último debate entre Trump e Biden
Revista ‘Time’
Pela primeira vez na história de quase 100 anos, a revista americana “Time” trocou seu logotipo para o título “Vote”. O voto popular não é obrigatório na corrida à Casa Branca. De acordo com Edward Felsenthal, editor-chefe e diretor-executivo da publicação, a mensagem foi uma forma de marcar o momento histórico que vive os Estados Unidos. Veja a foto abaixo.
Revista “Time” mudou como seu nome aparece na capa pela primeira vez na história: “Vote”
Reprodução/Twitter/Time
Eleição no Brasil
‘Olha o Voto’: entenda o papel e os deveres dos vereadores
Ferramenta exclusiva reúne declarações de candidatos em mais de 50 cidades
Confira as pesquisas mais recentes de intenção de voto para prefeito em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife
Papa e a união civil de gays
Papa Francisco defende união civil entre homossexuais
Uma declaração histórica do Papa Francisco em defesa da união homoafetiva ganhou repercussão mundial.
“Os homossexuais são filhos de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deve ser expulso ou infeliz por isso”, afirmou o pontífice no documentário “Francisco”, que estreou no Festival de Cinema de Roma.
O Papa quis mandar um sinal forte e claro aos países onde a Igreja se opõe à união de casais do mesmo sexo.
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil diz que fala mostra ‘humanidade’, mas não muda conceito católico de família
Fogo x falta de dinheiro
Brigadistas atuam no combate ao fogo no Pantanal
Ahmad Jarrah/A Lente via BBC
Após afirmar “exaustão de recursos” e interromper os trabalhos de combate a incêndios florestais, o Ibama determinou, nesta sexta-feira (23), que as brigadas retornem às atividades. O Ministério da Economia liberou R$ 16 milhões mensais (até dezembro) para que o Ministério do Meio Ambiente regularize os pagamentos em atraso – R$ 8 milhões para o Ibama e R$ 8 milhões para o ICMBio.
Salles não comunicou Braga Neto e Guedes sobre interrupção de combate a incêndios
A volta do trabalho dos agentes foi determinada em um momento em que tanto o Pantanal quanto a Amazônia têm recordes de queimadas. O bioma pantaneiro enfrenta uma seca histórica, que contribui para a alta nos incêndios.
Bolsonaro diz que não há ‘sequer um hectare de selva devastada’ na Amazônia
Rota citada por Bolsonaro inclui município devastado pelo fogo
Escolhido para o STF
Indicação de Kassio Marques para o STF é confirmada pelo Senado
O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Kassio Nunes Marques, primeiro nome indicado à Corte pelo presidente Jair Bolsonaro, tomará posse no dia 5 de novembro. A cerimônia será apenas virtual. Marques teve a indicação aprovada pelo Senado na quarta-feira (21) por 57 votos a 10. Ele vai substituir o ministro Celso de Mello, que se aposentou.
PERFIL: Saiba quem é Kassio Nunes Marques, novo ministro do Supremo Tribunal Federal
Caso Chico Rodrigues
Na casa de Chico Rodrigues, PF apreende suposta pepita de ouro e armas
Durante a operação que flagrou Chico Rodrigues com R$ 33 mil na cueca, a Polícia Federal também apreendeu, na casa do senador, uma pedra que suspeita ser uma pepita de ouro e armas. A informação sobre a apreensão da pedra consta do relatório da ação, enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), e cujo conteúdo teve o sigilo retirado na quarta (21). A defesa diz que todos os bens do político são legais.
Na terça (20), Chico Rodrigues se licenciou do mandato por 121 dias. Com isso, o suplente do senador, Pedro Arthur Rodrigues, que é filho do parlamentar, será convocado a assumir.
No relatório, a Polícia Federal também afirmou que:
Chico Rodrigues atuava como ‘gestor paralelo’ da Saúde de RR
Funcionárias de Rodrigues também trabalhavam para o filho dele
Desemprego
O desemprego diante da pandemia do novo coronavírus bateu recorde em setembro, segundo dados divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o levantamento, o Brasil encerrou o 9º mês do ano com um contingente de 13,5 milhões de desempregados.
400 mil vagas temporárias devem ser abertas no último trimestre, prevê entidade do setor
Injustiça
“Perdi parte da infância do meu filho”, diz jovem negro preso por quase 3 anos por crimes que não cometeu.
Lucas Moreira de Souza, 26 anos, reencontra filho após quase três anos preso por crime que não cometeu
Walder Galvão/G1
Lucas Moreira de Souza, de 26 anos, deixou o Complexo Penitenciário da Papuda na quinta-feira (22). O jovem, que chegou a ser condenado a 77 anos, estava preso desde 20 de dezembro de 2017 por suposto envolvimento em uma série de assaltos – crimes que não cometeu.
Números da violência
Proporção de negros nas prisões cresce 14% em 15 anos e a de brancos cai 19%, mostra Anuário de Segurança Pública
Brasil teve quase 5 mil mortes violentas de crianças e adolescentes em 2019; 75% eram negros
13,7 mil mortes no país ficaram sem esclarecimento e não entraram nas estatísticas de homicídio de 2019
Batalha do 5G: o Brasil entre duas potências
Governo detalha pacote para facilitar comércio com os EUA
Enquanto China e Estados Unidos brigam pelo monopólio da tecnologia 5G, o governo de Donald Trump prometeu investir US$ 1 bilhão em projetos no Brasil, incluindo a internet móvel de quinta geração. Em uma guerra comercial que o mundo inteiro está acompanhando, a ação é vista como uma tentativa dos americanos de convencer o governo brasileiro a não adotar o 5G chinês.
O acordo que prevê o crédito foi assinado na terça-feira (20) pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e a presidente do EximBank, o Banco de Exportação e Importação dos Estados Unidos, Kimberly Reed, em cerimônia no Palácio do Itamaraty.
WEBSTORIES: entenda o que é o 5G
Outro embate marcou a semana na tecnologia: o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e 11 estados norte-americanos entraram com uma ação antitruste contra o Google, na terça-feira (20), por supostamente violar a lei ao usar seu poder de mercado para afastar rivais. A empresa é acusada de pagar outras companhias – como fabricantes de telefones celulares, operadoras e navegadores, entre elas a Apple – para manter seu sistema de buscas como o padrão. O Google afirma que o processo é falho. Veja no vídeo abaixo 5 pontos do processo.
Veja 5 pontos sobre do processo contra o Google nos EUA
Imagens da semana
Descoberta gigantesca
Arqueólogos encontraram o desenho de um gato de 37 metros no Peru. A imagem estava na encosta de uma montanha, perto das chamadas Linhas de Nazca. A figura tem cerca de dois mil anos, estava quase apagada e foi restaurada.
Arqueólogos encontram desenho de gato de 37 metros no Peru
Outro acontecimento marcante da semana: pela primeira vez, a Nasa conseguiu pousar uma sonda não tripulada em um asteroide no espaço. A agência espacial americana usou a Osiris-Rex para aterrissar em uma rocha flutuante a milhões de quilômetros da Terra para coletar partículas do asteroide Bennu, que contém material do início do Sistema Solar.
Nave espacial da Nasa captura amostra de asteroide em operação histórica
E mais: pesquisadores descobriram que o Saara não é só areia! Usando imagens de satélite e inteligência artificial, um grupo internacional observou que no oeste do deserto e na savana do Sahel – norte da África – existem cerca de 1,8 bilhão de árvores.
O Saara e o Sahel têm muito mais árvores do que se pensava
Martin Brandt/BBC
Símbolo das queimadas no Pantanal
Macho adulto chamado Ousado descansa depois de receber tratamento de queimaduras nas patas, na ONG Instituto Nex, em Corumbá de Goiás
Ueslei Marcelino/Reuters
Resgatada com queimaduras de 3º grau e outros problemas graves de saúde em setembro, a onça-pintada macho batizada de Ousado foi solta na região de Porto Jofre, em Poconé (MT), mesmo local onde foi socorrida. Ela voltou ao habitat depois de tratamento em Goiás. No vídeo (veja abaixo), Ousado sai da caixa de transporte e, assim que se vê livre, corre em direção à mata.
Onça ‘Ousado’ volta para natureza após se recuperar das queimaduras
Dicas da semana
Mulheres que estão fazendo sucesso com vídeos de humor
Mulheres no humor
Com quase 2 milhões de seguidores no TikTok, aplicativo que já virou febre no Brasil, a psicóloga Lorrane Silva, conhecida como Pequena Lo, já faz planos para seguir carreira como humorista. A mineira de 24 anos, nascida em Araxá, vem realizando o sonho de fazer as pessoas rirem. Lorrane pensa em ter um talk show e fazer stand-up comedy. Veja entrevistas do G1 com mulheres que têm feito sucesso ao fazer vídeos bem-humorados nas redes sociais.
Para não perder
G1 lista os destaques da Mostra de Cinema de SP, 100% virtual
Teste: que filme da Mostra combina com você?
Viralizou
Conheça Pistachio, cachorrinho que nasceu com pelo verde na Itália

Foto mostra filhote com pelo verde em meio a ‘irmãozinhos’ brancos.
Cristian Mallocci/Handout
O fenômeno – que é muito raro – acontece quando filhotes com pelo claro entram em contato com um pigmento chamado biliverdina. O tom de verde, que era forte quando o cãozinho nasceu, vai desbotar à medida que ele crescer.
Briga entre irmãs
Vídeo mostra irmã apagando a vela antes da aniversariante e recebe puxão no cabelo
A menina Maria Antonia, de 6 anos, que não se aguentou na festa da irmã caçula, Maria Eduarda, de 3 anos, e apagou a vela antes da aniversariante (que reagiu com um puxão de cabelo), disse que sempre ajudou a mais nova na hora de soprar as velinhas. O vídeo da festa, que pode ser visto acima, viralizou nas redes sociais.
Gente de bem: cortador de cana acha carteira com R$ 8 mil em banco de praça e devolve ao dono, em Itapuranga
Final feliz: vídeo mostra reencontro da médica que foi sequestrada no RS com familiares no Paraná

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.