Voluntária de ONG morre em hospital após ser agredida por vizinho denunciado por maus-tratos contra animais


Viviane Andrea dos Santos estava internada em um hospital de Campo Mourão desde o dia 20 de setembro. Ela foi agredida na cabeça com um tijolo. Suspeito do crime não está preso. Mulher morre após ser agredida por defender cão de maus-tratos
Uma voluntária de uma ONG de proteção animal que foi agredida por um vizinho após defender um cachorro morreu em um hospital de Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná, na madrugada desta quarta-feira (14).
Segundo a Polícia Civil, no dia 20 de setembro, Viviane Andrea dos Santos, que tinha 33 anos, chamou a Polícia Militar e uma ONG de proteção animal porque o vizinho estava agredindo o cachorro dele com um pedaço de madeira.
Os policiais que atenderam a ocorrência, que ocorreu no Jardim Paulista, não encontraram o suspeito no local, porém resgataram o animal ferido.
Horas depois do atendimento da PM, ainda segundo a Polícia Civil, o suspeito invadiu a casa de Viviane e a agrediu na cabeça com um tijolo
A vítima foi socorrida e levada ao hospital Santa Casa em estado grave, ela estava com vários ferimentos na cabeça.
Viviane era voluntária em uma ONG e cuidava de 12 animais foram vítimas de maus-tratos.
No dia das agressões, o suspeito do crime foi levado à delegacia, prestou depoimento e foi solto. Ele respondia a um inquérito por lesão corporal.
Com a morte da vítima, segundo o delegado que cuida do caso, o homem poderá responder por homicídio ou lesão corporal seguida de morte. Ele continua em liberdade.
Viviane não resistiu e morreu após ficar mais de 20 dias internada em um hospital de Campo Mourão
Reprodução/RPC
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”