Governador deverá liberar parques aquáticos, estâncias e eventos

O governador Carlos Moisés da Silva determinou agilização de estudos visando a adoção de protocolos sanitários de proteção da população contra o coronavirus, objetivando novas regras para liberação gradativa do setor de eventos, dos parques aquáticos e estâncias hidrominerais.
As avaliações técnicas estão adiantadas e consideram as recomendações dos respectivos setores ligados ao turismo.
Dois secretários estão na linha de frente desta nova etapa no governo estadual: Eron Giordani, da Casa Civil, e Jorge Tasca, da Administração. Foram eles que procuraram sensibilizar o governador para a autorização de ocupação integral da rede hoteleira, a partir de 21 de dezembro e durante a temporada, mediante regras rigorosas de controla do Covid-19.
A ideia que os dois secretários defendem, já com o aval do governador é a de que saúde e economia precisam ser preservadas, porque as atividades produtivas e de serviços são também essenciais para garantir a saúde da população.
Neste momento apenas dois setores deverão ficar excluídos das liberações: boates e shows. Em relação aos demais o governo caminha para consenso e autorização de funcionamento.
Estas novas determinações estão sendo tomadas em função dos veementes apelos levados aos lideres parlamentares e políticos e também as pressões encaminhada ao governo.
O governador e os secretários mais próximos estão convencidos do acerto da liberação da rede hoteleira, dando mais segurança ao setor durante a temporada, evitando aluguel e ocupação clandestina e viabilizando o setor na próxima temporada.
A medida vem recebendo manifestações de aplauso dos empresários e de outros setores que dependem do funcionamento efetivo dos hotéis.
*

Adicionar aos favoritos o Link permanente.