Governo federal reconhece situação de emergência em Tangará da Serra (MT) por causa da seca


No período de estiagem, a cidade teve um desabastecimento considerável dos reservatórios e, consequentemente, devido à seca, a população aumenta o consumo.
Nível do Rio Queima-Pé, que abaste o município, está muito baixo
Reprodução/TVCA
O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) reconheceu a situação de emergência no município de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, por conta da seca. A decisão foi publicada na edição desta sexta-feira (11) do Diário Oficial da União.
Outros sete municípios também tiveram a situação de emergência reconhecida pelo governo federal.
Com a medida, as localidades poderão ter acesso a recursos federais para ações de socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de infraestruturas danificadas.
O apoio emergencial por meio do MDR é complementar à atuação dos governos estaduais e municipais. O auxílio pode ser solicitado sempre que necessário – inclusive em situações recorrentes, como é o caso de desastres ocasionados por seca ou chuvas intensas.
Em agosto deste ano, o prefeito Fábio Junqueira assinou um decreto obrigando a população a economizar água pelo período de 120 dias.
No período de estiagem, segundo a prefeitura, a cidade tem um desabastecimento considerável dos reservatórios e, consequentemente, devido à seca, a população aumenta o consumo.
O prefeito orientou que os moradores busquem abastecimentos alternativos.
Há semanas o abastecimento está comprometido e os moradores contam com a distribuição ou compra de caminhões-pipas.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.