Homem é preso em flagrante após agredir ex-mulher durante discussão para ver as filhas


Vítima, de 45 anos, possuía uma medida protetiva contra o suspeito. Caso foi registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil, em Presidente Prudente. Delegacia Participativa de Presidente Prudente
Paulo Taroco/G1
Um homem de 47 anos foi preso em flagrante neste sábado (12) após agredir sua ex-mulher, em Presidente Prudente. A vítima, de 45 anos, possuía uma medida protetiva contra o suspeito.
Conforme as informações contidas no Boletim de Ocorrência, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para comparecer a um restaurante onde teria ocorrido uma agressão de ex-marido.
A vítima informou aos militares que seu ex-marido, contra o qual havia uma medida protetiva de afastamento, compareceu no local dizendo que queria ver as filhas e que ela estaria dificultando. A vítima informou que essas alegações do suspeito não seriam verdades, pois as filhas não queriam ver o pai em virtude da bebida.
A mulher também disse aos policiais que, durante a conversa, o suspeito a xingou, ameaçou e lhe deu um tapa no rosto. Ainda de acordo com o boletim, a vítima relatou que o suspeito só não a agrediu mais porque seu atual namorado empurrou o homem, que caiu sobre sua motocicleta e, após se levantar, foi embora.
Enquanto os policias ouviam o relato da vítima, o suspeito passou com sua motocicleta pelas proximidades do local e outros militares conseguiram abordá-lo.
Questionado, o suspeito negou que ter ameaçado, xingado ou agredido a vítima. Ele alegou que durante a discussão empurrou a ex-mulher e que depois foi jogado no chão pelo atual namorado da vítima e outras pessoas.
Os policiais deram voz de prisão ao suspeito e o encaminharam para a Delegacia Participativa da Polícia Civil.
A motocicleta foi recolhida ao pátio municipal administrativamente.
Conforme o boletim, o suspeito apresentava um único sintoma de alcoolemia e foi convidado a passar pelo teste do bafômetro. Ele foi autuado por ter se recusado a fazer o exame.
A Polícia Civil ratificou a prisão do homem.
O caso, registrado como violência doméstica, injúria, vias de fato, ameaça e descumprimento de medida protetiva, será encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher para prosseguimento das investigações.
Initial plugin text
Veja mais notícias em G1 Presidente Prudente e Região.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.