Hospital das Clínicas de Ribeirão começou atendimentos por vídeo nesta segunda-feira (14)


Procedimento já acontecia por meio de telefone. Medida foi implantada para evitar aglomerações. Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto começa a fazer atendimentos por videochamada
O Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP) começou hoje os atendimentos por videochamada. Desde abril, o hospital já realizava atendimentos por telefone. A medida foi implantada no início da pandemia para acompanhar pacientes e evitar aglomerações no hospital.
A plataforma de atendimento é gravada e integrada a um prontuário eletrônico do paciente.
“Hoje nós estamos dando um passo adicional, com o objetivo de dar segurança ao paciente. Vamos passar de um contato telefônico para uma videoconferência. Com isso, vamos poder intercalar contatos presenciais com consultas à distância”, explica Antônio Pazin Filho, diretor de atenção à saúde do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.
Antônio Pazin é diretor de atenção à saúde do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.
Reprodução/EPTV
Antônio explica que a modalidade de atendimento foi autorizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelo Ministério da Saúde em caráter emergencial por conta da pandemia.
Quando o médico inicia o atendimento, o paciente recebe um link que pode ser acessado por mensagem de texto, pelo aplicativo do hospital ou por e-mail.
Para o cardiologista Henrique Turin, a maior vantagem dos atendimentos por vídeo é a segurança.
“Principalmente nessa fase de pandemia, conseguimos diminuir a necessidade dos pacientes se deslocarem até o hospital. Muitos deles usam transporte público com grandes aglomerações”, pondera.
Henrique Turin é cardiologista do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e realizou os primeiros atendimentos por vídeo.
Reprodução/EPTV
Matheus Okubo Junqueira, analista de sistemas do HC Ribeirão Preto, conta que foram cerca de três meses de desenvolvimento para chegar à plataforma de vídeo.
“O sistema que o médico usa hoje no HC de Ribeirão Preto para atender presencialmente é o mesmo, ele só tem a opção de selecionar a videochamada. A partir do momento que é feito o agendamento, o pessoal entra em contato para ver se o paciente tem a infraestrutura necessária”, explica.
José Ricardo Gomes mora em Brodowski (SP) e foi um dos primeiros pacientes a ser atendido nesse sistema. Ele faz acompanhamento por conta de um infarto que teve em agosto de 2019.
José Ricardo Gomes foi atendido por videochamada nesta segunda-feira (14).
Reprodução/EPTV
“Para mim foi bom em virtude do coronavírus, você corre risco ao ir ao hospital. Também evito de pegar estrada”, diz.
Os primeiros atendimentos foram no setor de cardiologia. Os médicos terão 20 salas disponíveis para as consultas em vídeo.
A direção do hospital espera que o sistema esteja em pleno funcionamento nos primeiros meses de 2021, com a expectativa de fazer mais de 200 mil consultas no ano.
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Assista ao EPTV 2 de segunda-feira (14)
Adicionar aos favoritos o Link permanente.