Hospital de Clínicas atinge 100% de ocupação nos leitos de UTI para Covid-19, em Campina Grande


Unidade de saúde conta 30 leitos de UTI e 40 de enfermaria, que tem ocupação de 45%, com 18 pacientes. UTI para pacientes com Covid-19 tem 100% de ocupação no Hospital de Clínicas, em Campina Grande
TV Cabo Branco/Reprodução
A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinada para o tratamento de pacientes com Covid-19 está totalmente ocupada no Hospital de Clínicas, em Campina Grande. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), no início da tarde desta sexta-feira (11).
Ao todo, o hospital dispõe de 70 leitos. Pelo menos 40 deles são de enfermaria, que tem uma ocupação de 45%, com 18 pacientes internados.
De acordo com o último boletim epidemiológico publicado pela SES, na quinta-feira (10), a cidade tem 14.652 casos e 422 mortes confirmadas pelo novo coronavírus.
Conforme a SES, o hospital começou a atender pacientes com a doença no início de julho deste ano, quando contava com 7 leitos de UTI. Até esta sexta, a capacidade da unidade de terapia intensiva passou para 30. Ainda não há previsão para uma ampliação.
Com todos os leitos ocupados, os pacientes que precisarem de internação em UTI devem ser internados no Hospital Pedro I, referência para tratamento da Covid no município. O G1 solicitou um balanço com a ocupação do local e aguarda resposta da assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde.
O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande funciona como suporte para o município. Segundo o secretário de saúde do estado, Geraldo Medeiros, a possibilidade de ampliação só será considerada se não existirem mais vagas na rede municipal.
Já no Sertão do estado, seis leitos serão acrescentados ao Hospital de Patos até a próxima quarta-feira (16).
Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba
Adicionar aos favoritos o Link permanente.