Hospital São José de Joinville ganha nova área de oncologia

Desde esta sexta-feira (11/12), o Hospital Municipal São José de Joinville (HMSJ) voltou a operar a unidade de internação do setor de oncologia que, juntamente com a Capela, foi totalmente reformado.

ala de oncologia revitalizada

Investimento total nas obras de melhoria foi de R$ 780 mil, com recursos do Hospital São José – Foto: Divulgação ND

Localizada na parte história do prédio, a área de aproximadamente 530 metros quadrados ganhou melhorias estruturais; novos equipamentos e mobiliários; incremento do preventivo de incêndio, com sinalização e mapas de rota de fuga; nova climatização; além de pintura com ilustrações que tornaram o ambiente mais bonito e humanizado.

Os 25 leitos que já existiam anteriormente passaram por adequações das normas sanitárias, receberam novos equipamentos de ar-condicionado e de televisão, houve a troca de camas e poltronas. Os banheiros também foram reformados e oferecem mais acessibilidade.

Leitos liberados para Covid-19

Com a abertura desta ala, os leitos de enfermaria que antes eram ocupados provisoriamente pelos pacientes de oncologia, durante a obra, serão liberados para atendimento em outras demandas, entre elas a Covid-19. Com isso, 21 leitos ficam à disposição para esse atendimento, conforme a necessidade.

As obras de melhorias também ocorreram nas salas de assistência do setor, incluindo rouparia, depósito de materiais e limpeza, sala de utilidades, guarda de equipamentos vestiário de funcionários, copa, posto de enfermagem, sala de serviços e prescrição médica.

Na área de circulação, a escada de madeira do acesso principal, que preserva as características históricas, foi revitalizada, assim como os elevadores passaram por manutenção preventiva e substituição de peças. Na Capela, foi instalado novo sistema de climatização, houve troca do mobiliário e pintura com imagens de natureza.

O investimento total nas obras de melhoria foi de R$ 780 mil, com recursos do Hospital São José.

De acordo com o diretor executivo do hospital, Fabrício da Rosa, a reabertura da unidade de internação de oncologia vai garantir mais qualidade ao atendimento dos pacientes e melhores condições de trabalho aos profissionais. Além disso, o remanejamento dos usuários vai ampliar o número de leitos da enfermaria que poderão ajudar no atendimento aos casos de Covid-19.

“Vamos oferecer um ambiente mais humanizado para os pacientes da oncologia e tornar mais leve a permanência deles no hospital. O espaço revitalizado, ampliado e com novos equipamentos, também facilita o trabalho dos servidores junto a esses pacientes”, avalia Fabrício da Rosa.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.