Indústria espera recuperar perdas econômicas em 2021

A indústria espera recuperar perdas econômicas em 2021. Após a recessão em 2020, em razão da pandemia da Covid-19, a previsão para o PIB brasileiro no próximo ano é de 4% — com expansão industrial de 4,4%. O presidente da CNI, Robson Andrade, apresentou o Informe Conjuntural e reforça a urgência das reformas. “A indústria, por exemplo, representa 21% do PIB, mas nós pagamos 32% dos impostos federais e 41% dos estaduais. Esse equilíbrio não é justo. Por que quando a gente olha o passado a gente fala de incentivos fiscais, tentativas de buscar mais competitividade? Exatamente pela injustiça da carga tributária. Além disso, nosso sistema tributário é caótico, complexo e incompreensível quanto pra nós brasileiros quanto para investidores externos.”

A estimativa para o PIB em 2020 é de queda de 4,3% e uma expansão industrial de 3,5%. O presidente da Confederação Nacional da Indústria ressalta que as incertezas ainda são elevadas, que diminuirão com a imunização da maior parcela da população. Robson Andrade avalia que a recuperação dependerá não apenas de medidas econômicas, reformas estruturais, tributária e a administrativa, para retomar o crescimento sustentado — mas sobretudo de saúde pública.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos

Adicionar aos favoritos o Link permanente.