Justiça marca audiência entre prefeito reeleito e vereador em ação sobre fake news em MT


Ação de danos morais foi ingressada por Emanuel em novembro deste ano, ainda no primeiro turno das eleições, contra Abílio. Abílio Junior e Emanuel Pinheiro participarão de audiência de conciliação
Montagem G1
A audiência de conciliação entre o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o vereador Abílio Junior (Podemos), em ação sobre fake news, foi marcada para o dia 10 de fevereiro de 2021. A sessão será na 9ª Vara Civil, em Cuiabá.
A ação de danos morais foi ingressada por Emanuel em novembro deste ano, ainda no primeiro turno das eleições, contra Abílio.
O G1 entrou em contato com a assessoria do vereador Abílio, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.
Segundo o prefeito, o vereador estaria realizando propaganda eleitoral ilegal e divulgando nas redes sociais um vídeo de um ex-agente da Policia Federal, Newton Ishii, apelidado de ‘Japonês da federal’, famoso por fazer prisões na operação lava-jato. “As imagens divulgadas mostram o ex-agente falando que está esperando o momento de ir para Cuiabá para prender o prefeito”.
À época, o vídeo foi retirado do ar após decisão do juiz da 1ª Zona Eleitoral, Geraldo Fernandes Fidelis Neto.
Na ação, Emanuel diz que as imagens aparentam ser uma montagem, porque a fala não condiz com o movimento dos lábios do ex-agente, estando dessa forma em descompasso com as leis eleitorais.
“Ao denegrir a imagem de uma pessoa, afronta a democracia e ultrapassa, e muito, o senso de disputa eleitoral e o senso crítico, de que estão sujeitas as pessoas públicas, pois é degradante, ridicularizante ter como um vídeo um ex-agente condenado dizer que efetuará a prisão do autor”, diz.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.