Mercado de ações da China fecha em alta com expectativa de suporte

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve alta de 0,92%, enquanto o índice de Xangai subiu 0,66%. O mercado acionário da China se recuperou nesta segunda-feira, sustentado pelas esperanças de mais suporte para sustentar a segunda maior economia do mundo afetada pela pandemia de Covid-19.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve alta de 0,92%, enquanto o índice de Xangai subiu 0,66%.
Na semana passada, o índice de blue-chips registrou a maior perda semanal em 11 semanas uma vez que o aumento das tensões sino-americanas e preocupações com o aperto da política monetária afetaram o apetite por risco.
A China vai intensificar o suporte de política fiscal para uma estratégia que torne sua economia dependente principalmente da demanda doméstica, cadeias de oferta e inovação, disse o ministro das Finanças, Liu Kun.
A China apresentou uma estratégia de “dupla circulação” para a próxima fase do desenvolvimento econômico em que contará principalmente com a “circulação doméstica” – -ciclo interno de produção, distribuição e consumo, sustentada pela inovação e melhoras na economia.
Veja as cotações de fechamento das bolsas da Ásia:
Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,30%, a 26.732 pontos.
Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,44%, a 26.389 pontos.
Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,66%, a 3.369 pontos.
O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,92%, a 4.934 pontos.
Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,28%, a 2.762 pontos.
Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,36%, a 14.211 pontos.
Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 1,29%, a 2.858 pontos.
Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,26%, a 6.660 pontos.
Vídeos: veja as últimas notícias de economia
Adicionar aos favoritos o Link permanente.