Morre George Blake, ex-espião britânico e agente duplo da União Soviética


Blake tinha 98 anos e vivia em Moscou com aposentadoria da KGB. George Blake
Reprodução / Google
O ex-espião britânico e também agente duplo a serviço da União Soviética durante o período da ‘Guerra Fria’ George Blake morreu neste sábado (26), informam as agências russas de notícias. Ele tinha 98 anos.
A causa da morte não foi divulgada.
“O lendário oficial de inteligência … George Blake faleceu hoje. Ele amava sinceramente nosso país, admirava as façanhas de nosso povo durante a Segunda Guerra Mundial”, disse o porta-voz da inteligência russa à agência de imprensa pública TASS, Sergey Ivanov.
Blake foi agente duplo durante os anos de 1950. Descoberto em 1961, ele foi sentenciado a 42 anos de prisão.
Contudo, conseguiu escapar do confinamento na cadeia de Wormwood Scrubs em 1966 e fugiu para a Rússia.
Blake vivia em Moscou e ganhava uma pensão como ex-funcionário da KGB.
Nas poucas vezes em que deu entrevistas para jornais ocidentais, Blake não demonstrou arrependimentos, porém, afirmou se sentir mal com a morte de agentes infiltrados que ajudou a entregar para os russos. Dizia ser um devoto marxista-leninista e que, por isso, nunca não se sentiu um traidor.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.