Novo protocolo permite funcionamento do comércio na onda vermelha


Permissão está condicionada a medidas adicionais que devem ser adotadas pela prefeitura. Consumo interno em bares e restaurantes não são permitidos na onda vermelha. Novo protocolo permite funcionamento do comércio na onda vermelha
Reprodução / TV Globo
Um novo protocolo aprovado nesta semana pelo Comitê Extraordinário Covid-19 expandiu o funcionamento do comércio varejista e atacadista em dezembro para cidades que estão na onda vermelha, a mais restritiva do Minas Consciente. Até agora, as atividades do setor eram permitidas nos municípios nas ondas amarelas e verde.
De acordo com o governo, a medida tem objetivo de equilibrar a segurança sanitária e a economia, tendo em vista que dezembro é um dos meses mais importantes para o segmento por causa do natal.
A permissão está condicionada a medidas adicionais que devem ser adotadas pelas prefeituras.
O protocolo vai começar a valer a partir deste sábado (12) e ficará em vigor até o dia 31 deste mês.
Segundo o governo, entre os critérios de segurança, estão o aumento de fiscalização sobre o uso de máscara, limite de um cliente para cada 10 metros quadrados e restrição do horário de funcionamento de bares e restaurantes até as 22h, com proibição do consumo em pé.
Bares
O governo informou ainda que, ao contrário do divulgado anteriormente, não será permitido consumo interno nos bares e restaurantes quando a cidade estiver em onda vermelha.
Eventos
O Comitê Covid-19 também alterou regras para a realização de eventos, permitidos somente na onda verde.
O número absoluto de pessoas nos eventos foi reduzido de 500 para 250 pessoas e a metragem passará a ser de 1 pessoa a cada 4 metros quadrados.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.