Número de crianças com Covid-19 internadas na cidade de SP dobra em um mês


Total de internações por coronavírus entre crianças de 0 a 14 anos no município foi para 50 casos em novembro, contra 25 em outubro. Prefeitura afirma que crescimento ‘acompanha aumento no número total de casos na cidade’. VOLTA ÀS AULAS EM SP: Alunos fazem atividade física com distanciamento na Escola Estadual Thomaz Rodrigues Alckmin, no bairro do Itaim Paulista, na Zona Leste da cidade de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (7)
Werther Santana/Estadão Conteúdo
O número de crianças internadas com Covid-19 dobrou na cidade de São Paulo. Foram 25 as internações na faixa etária de 0 a 14 anos em outubro.
Já em novembro, o número subiu para 50, considerando tanto a rede público quanto a particular da capital. Segundo a Prefeitura de São Paulo, o crescimento “acompanha o aumento no número total de casos na cidade”.
Crianças e Covid-19: veja em 7 pontos o que a ciência já sabe sobre o tema
Governo de SP confirma 1º caso de reinfecção por coronavírus no estado
A alta também atinge os hospitais da rede municipal. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) foram 8 internações infantis por Covid-19 na rede municipal em outubro, número que aumentou para 10 em novembro.
A prefeitura destaca que, no banco de dados usado para a contagem, não existe campo específico de data de diagnóstico. Sendo assim, é utilizada a data da notificação para os dados dos meses de outubro e novembro.
Ainda segundo o banco de dados do SIVEP-Gripe, não há óbitos confirmados para Covid-19 em indivíduos de 0 a 14 anos com início de sintomas nos meses de outubro e novembro na cidade de São Paulo.
Equipe de saúde cuida de paciente com Covid-19 na UTI do Instituto Emílio Ribas, no dia 8 de dezembro.
Suamy Beydoun/Estadão Conteúdo
Crianças e adolescentes têm menos risco de desenvolver sintomas graves de Covid-19, de acordo com pesquisa publicada na revista científica “British Medical Journal”.
A Organização Mundial da Saúde também confirma que a maioria das crianças e dos adolescentes infectados tende a ter sintomas mais brandos do coronavírus. No entanto, não se pode dizer, universalmente, que para eles a doença é leve.
A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que crianças acima dos 2 anos de idade usem máscaras sempre que possível para evitar a transmissão da doença.
Ocupação de hospitais em SP
O estado de São Paulo voltou nesta terça-feira (15) a ter um número de pacientes internados por Covid-19 acima de 11 mil, considerando toda a rede pública e particular de saúde. A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado também voltou a ficar acima de 60%, o que não acontecia desde 5 de agosto.
Segundo levantamento da TV Globo, vários hospitais públicos estaduais da capital paulista e da Grande São Paulo estão com lotação máxima dos leitos de UTI ou com ocupação perto de 100%.
Ocupação de leitos de UTI chega aos níveis de abril e maio em alguns hospitais da capital e Grande São Paulo
ilO estado de São Paulo voltou nesta terça-feira (15) a ter um número de pacientes internados por Covid-19 acima de 11 mil, considerando toda a rede pública e particular de saúde. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado também voltou a ficar acima de 60%, o que não acontecia desde o dia 5 de agosto. Segundo levantamento da TV Globo, vários hospitais pú
Entre os hospitais estaduais em situação crítica para atendimento de pacientes com Covid-19, estão:
Hospital Geral de Guaianases (Zona Leste) – 100% de ocupação;
Hospital de Sapopemba (Zona Leste) – 100% de ocupação;
Complexo Hospitalar Padre Bento (Guarulhos) – 94,4% de ocupação;
Hospital Geral de Itapevi (Grande SP) – 87,5% de ocupação;
Complexo Hospitalar do Mandaqui (Zona Norte) – 80% de ocupação.
O estado vive uma nova piora da pandemia, com alta de internações, novos casos e novas mortes por coronavírus nos últimos dias.
De acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde, SP contabilizou nesta terça 11.204 pacientes internados com suspeita ou confirmação de Covid-19, sendo 6.345 em enfermaria e 4.859 em leitos de UTI.
O total de pacientes internados não ficava acima de 11 mil desde 5 setembro, quando 11.145 pessoas ocupavam leitos no estado. Entre setembro e outubro, houve uma queda nas internações, que chegaram a ficar em torno de 6 mil. Mas os números voltaram a subir, e há 15 dias seguidos o total de pacientes internados vem ficando acima de 10 mil.
A ocupação de leitos de UTI também vem subindo progressivamente e chegou nesta terça a 60,2% no estado e 65,8% na Grande São Paulo. O estado não registrava taxa de UTI acima de 60% desde 5 de agosto. Na última semana, algumas cidades da Grande São Paulo chegaram a registrar taxas acima de 80%.
Outros hospitais municipais da capital paulista também estão com os leitos para pacientes de Covid-19 próximos da lotação máxima, como o Santa Marcelina, Cruz Vermelha, Santa Casa de Santo Amaro e Hospital da Bela Vista. Nessas unidades, a ocupação passa de 80% (veja o infográfico abaixo).
Lotação de leitos de UTI em hospitais municipais da capital paulista nesta terça-feira (15).
Reprodução/TV Globo

VÍDEOS: tudo sobre SP e Região Metropolitana
P

Adicionar aos favoritos o Link permanente.