O Chamado da Floresta: o filme e a mensagem do grupo ND

As semanas que antecederam o Natal tiveram como destaque e grande repercussão em Santa Catarina a mensagem veiculada pelo grupo ND, destacando as preferências dos apresentadores e comentaristas, com uma visão mais humana de seu trabalho.
A extraordinária produção foi uma criação do premiado publicitário Fábio Veiga e de sua competente equipe. Atuação direta de Fernando Moreira de Carvalho, Produtora de vídeo MFX, direção de Will Martins, com desenvolvimento do projeto de Janine Farezin, gerente de Marketing do grupo ND e sua equipe, e participação de Sidney Souza, gerente de Contas da Neovox e seu grupo de criação.
A ideia inicial partiu do Diretor Comercial do grupo ND, Gilberto Kleinubing, depois de assistir o belíssimo e emocionante filme “O Chamado da Floresta”, que conta a história do cão Buck (mistura de São Bernardo com Pastor de Shatland) que, vivendo numa mansão na Califórnia(EUA), foi sequestrado e vendido para puxar trenós na gélida região do Alasca. Acabou sendo dos cães que transportavam pesados malotes com correspondência no norte do Alasca, aos garimpeiros que iam em busca de ouro.
No meio da história, o dedicado carteiro Perrault (Omar Sy), questionado sobre os sacrifícios para entregar as encomendas, enfatiza que eles não levaram cartas e encomendas. Transportavam esperanças, mensagens animadoras, enfim, o futuro, o que valorizava e humanizava o penoso trabalho.
Este trecho foi captado por Kleinubing que trocou ideias com o presidente Marcelo Petrelli. De um briefing com o marketing surgiu a mensagem que encantou tanta gente.
O filme é baseado no livro de Jack London, com o mesmo título, lançado em 1903. O ator principal é Harrison Ford.
Com paisagens deslumbrantes, tem enredo e sequências emocionantes. E para quem se liga em cachorros, filme imperdível.
*

“Cartas levam mensagens de amor e esperança” – Foto: H.Ford e Buck

Adicionar aos favoritos o Link permanente.