Parceria do Conjove com empresas e Instituto Maurício de Sousa leva ação social de Natal a crianças do Ituqui


A programação contou com uma hora de atividade recreativa com as crianças, que se divertiram com as brincadeiras e com a entrega de um kit de Natal. Ação social de Natal realizada pelo Conjove na comunidade Santana do Ituqui, em Santarém, oeste do Pará
Conjove/Divulgação
Uma parceria do Conselho de Jovens Empresários da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Conjove) da Aces com algumas empresas locais e o Instituto Maurício de Sousa proporcionou uma ação social de Natal a crianças atendidas pela Escola de Cidadania Amando-te, localizada na comunidade Santana do Ituqui, região de várzea de Santarém, no oeste do Pará.
A escola que atende 36 crianças, de 04 a 09 anos, com atividades de reforço escolar, alimentar, além de disciplinas de moral e ética, está com as atividades paralisadas desde março deste ano, por causa das restrições sanitárias de prevenção ao contágio do novo coronavírus.
A iniciativa da ação social de Natal surgiu a partir de uma conversa com o empresário Ivair Chaves, mantenedor da escola. A programação contou com uma hora de atividade recreativa com as crianças, que se divertiram com as brincadeiras e com a entrega de um kit de Natal, contendo: lanche, brinquedo e dois gibis da Turma da Mônica, doados pelo Instituto Maurício de Sousa.
Ação Social de Natal na comunidade Santana do Ituqui, em Santarém, oeste do Pará
Conjove/Divulgação
“Esta ação social é a convergência de solidariedade de pessoas e instituições, como o Instituto Maurício Sousa, que doou os gibis para nossa ação, que certamente, tornou o domingo dessas crianças mais divertido”, afirmou o presidente do Conjove da Aces, Seiichi Okada.
A Escola de Cidadania Amando-te foi criada em 2005 e atua na região do Ituqui desde 2011, de maneira voluntária, atendendo crianças carentes daquela região. “É uma satisfação colaborar com o desenvolvimento educacional de meninas e meninas, hoje, reduzimos o número de crianças atendidas, porém temos certeza que os valores repassados farão a diferença na vida delas”, disse Ivair Chaves.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.