Petrolina ganha Centro de Comando de Controle e Operações


Os monitores mostram em tempo real toda a movimentação do centro comercial da cidade e da catedral, durante 24 horas. São 8 telas com imagens em full hd. Centro de Comando de Controle e Operações de Petrolina começa a funcionar
Petrolina é a primeira cidade nordestina a ter um o Centro de Comando de Controle e Operações de petrolina. A unidade integra o projeto Cidades Inteligentes. A tecnologia foi implantada para gerar mais segurança à população. Os monitores mostram em tempo real toda a movimentação do centro comercial da cidade e da Catedral, durante 24 horas. São oito telas com imagens em full hd.
“O centro de controle vem para fazer a gestão de todas essas tecnologias embarcadas nesse projeto. Hoje nós temos luminárias inteligentes com câmeras de reconhecimento facial, câmeras de monitoramento em regiões estratégicas da cidade, semáforos inteligentes com gestão automatizada do trânsito, telegestão das luminárias, isso direto do CCO. Além disso o reconhecimento facial vai permitir que a população esteja mais segura para transitar, fazer suas compras. São tecnologias que são implementadas hoje aqui no CCO e vão dar melhor qualidade de vida à população”, explicou o secretário-executivo de desenvolvimento econômico, Thiago Brito.
Centro de Comando De Controle e Operações de petrolina.
Reprodução/ TV Grande Rio
Representantes da Autarquia de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), Guarda Municipal de Petrolina trabalham em conjunto. A expectativa é que o centro também receba o apoio da Polícia Militar. Infrações de trânsito podem ser verificadas. As câmeras também fazem o reconhecimento facial de quem transita pelo centro da cidade. E se um foragido da justiça passar por uma delas, imediatamente, o sistema emite um alerta.
“Funciona 24h, todas essas instituições estão presentes durante esse período. Lógico que a gente está dando esse pontapé inicial a partir dessa semana. Estamos nesse período de testes, vendo a melhor forma de trabalhar e de conduzir. Melhor escala de trabalho para que nossos agentes estejam dispostos para essa carga de trabalho que vai exigir bastante do funcionário. Mas, a ideia é que a população se sinta segura 24h por dia”, esclareceu Thiago.
São 31 câmeras estão espalhadas pelo Centro da cidade. Elas também fazem a gestão da iluminação pública e controla ainda o semáforo inteligente. Carros roubados, com placa clonada podem ser identificados através do sistema integrado com a rede de segurança pública.
GR1 de quinta-feira, 17 de dezembro
Adicionar aos favoritos o Link permanente.