Polícia Ambiental apreende 23 aves mantidas em cativeiro em Votorantim


Multa para infração pode chegar até R$ 11.500 mil, segundo a polícia. Mais de 23 aves foram apreendidas na residência, em Votorantim (SP)
Divulgação / PM Ambiental
A Polícia Militar Ambiental apreendeu 23 aves mantidas em cativeiro em uma residência na região de Votorantim (SP), neste sábado (12).
Durante a fiscalização, a polícia constatou que o homem não estava com notas fiscais ou outros documentos que comprovassem a origem dos animais. Ainda segundo a PM, não havia indícios de atividade comercial relacionada às espécies apreendidas.
Duas aves da espécie canário-da-terra foram apreendidas com anilhas em suas patas, com índices de adulteração, sendo que uma delas apresentava amputação de parte da pata para colocação desta anilha.
Além disso, seis canários-da-terra, dois Sábia-laranjeira, um pintassilg, quatro tico-tico-rei, um tico-tico, 4 coleirinhos, um inhapim e dois trinca-ferros foram encontrados e apreendidos na residência.
Conforme a PM Ambiental, s animais não estavam aptos para a soltura imediata e serão destinados a uma instituição adequada para recebê-los.
A polícia concluiu que trata-se apenas de uma guarda doméstica com finalidade exclusiva de estimação. A multa para esta infração ambiental pode chegar até R$ 11.500 mil por manter 23 animais silvestres sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, além da multa de R$ 3 mil por praticar ato de maus-tratos (mutilação) a uma ave.
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
Adicionar aos favoritos o Link permanente.