Polícia busca por homicidas e traficantes em nova fase da Operação Caim na Grande Vitória


Iniciada na manhã desta segunda-feira, a 11ª fase da operação reúne 150 agentes das forças de segurança e visa cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão em Vitória e na Serra. Membros das forças de segurança se reúnem para dar início à Operação Caim na Grande Vitória
Reprodução/TV Gazeta
A Polícia Civil do Espírito Santo realiza, na manhã desta segunda-feira (14), a 11ª fase da Operação Caim com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra suspeitos de assassinatos e de tráfico de drogas nos municípios de Serra e Vitória. 
Ao todo, a ação conta com 150 agentes de segurança, incluindo também a Polícia Militar, a Polícia Federal, as Guardas Municipais e a Força Nacional.
O Helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer) auxilia em buscas nas partes mais altas das cidades.
Na Serra, a ação é realizada no bairro Jardim Limoeiro. Já na capital, a operação se concentra nas regiões do Morro do Macaco, Andorinhas e Tabuazeiro.
Por volta das 7h, sete pessoas já haviam sido detidas e encaminhadas à delegacia, segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).
O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, acompanha a operação junto ao secretário estadual de Segurança, coronel Alexandre Ramalho.
De acordo com Arruda, seis dos sete detidos foram localizados dentro de um mesmo condomínio de Tabuazeiro. Drogas, armas e rádios comunicadores também foram apreendidos. 
Moradores da região afirmam que o local é utilizado por traficantes, que invadem as casas. Arruda pontua que a população pode colaborar com a operação, denunciando tais fatos através do Disque-Denúncia 181.
“Temos muitas pessoas boas, honestas, que moram aqui e que não merecem conviver com isso. Então, essa é a função das polícias. Justamente trazer paz para essa comunidade, mostrar para eles que estaremos presentinhos, que eles podem confiar”, disse o delegado-geral da Polícia Civil em entrevista à TV Gazeta. 
Drogas, armas e rádios comunicadores foram apreendidos nos bairros de Vitória.
Reprodução/TV Gazeta
Ainda de acordo com Arruda, essa fase da Operação Caim já vem sendo realizada desde a semana passada, com prisões já registradas em Vitória, Cariacica, Vila Velha e Guarapari.
A fase anterior havia sido deflagrada há dois meses, em outubro deste ano. De acordo com a Sesp, ao todo, a operação já resultou na detenção de 363 pessoas, além da apreensão de 87 armas, 2.236 munições, 13 veículos, drogas e mais de R$ 89 mil, em espécie.
VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Adicionar aos favoritos o Link permanente.