Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra supostos ex-seguranças de contraventor

Ação faz parte do inquérito que apura o homicídio de Diogo Andrade, filho de Rogério, morto aos 17 anos em 2010. Investigações apontam que seguranças seriam responsáveis por emboscada que vitimou adolescente. Agentes da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO) e da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) cumprem na manhã desta quinta-feira (17) quatro mandados de busca e apreensão contra homens que seriam ex-seguranças do contraventor Rogério Andrade.
A ação faz parte do inquérito que apura o homicídio de Diogo Andrade, filho de Rogério, morto aos 17 anos em 2010.
Entre os alvos da ação estão um ex-policial militar, um ex-bombeiro, um policial militar da ativa e outro homem que não é agente público. A Corregedoria da Polícia Militar participa da ação.
Segundo as investigações, os militares que faziam a segurança do contraventor na época do atentado são suspeitos de serem os responsáveis pela emboscada que vitimou o filho.
Entre os locais das ações estão Recreio dos Bandeirantes, Vila Valqueire, Realengo e Iguaba Grande.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.