Porsche apresenta seu novo 911 GT3 Cup, que usará gasolina sintética

O novo Porsche 911 GT3 Cup aproveita a plataforma do 911 Turbo, mas não trás turbocompressorDivulgação/Porsche

Com o calendário automobilístico de 2020 chegando ao fim, a Porsche anunciou nesta segunda-feira (14) o novo Porsche 911 GT3 Cup, usado nas competições da marca. Além de novo pacote aerodinâmico e mudanças na mecânica, o modelo é baseado na geração 992 do icônico modelo alemão e virá pronto para a promissora gasolina sintética.

Assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90!

Movendo o esportivo, haverá o mesmo motor boxer 4.0 aspirado com seis cilindros, que tem cárter seco e gera cerca de 48 kgfm de torque e 510 cv de potência. Em comparação, os Porsche que competem na edição brasileira da GT3 Cup têm cerca de 50 cv a menos. Ponto para o provável remap da alimentação.

A transmissão é do tipo “dog”, com engrenagens de dentes retos. Desse modo, inverte-se a lógica que aprendemos na autoescola: quanto mais rápida a liberação da embreagem melhor, tudo isso sem anel sincronizador. Para ganhar ainda mais tempo nas trocas, o câmbio é, claro, sequencial via borboletas no volante.

No interior há novos volante e painel de instrumentos, para ficar bonito nas câmeras onboardDivulgação/Porsche

O novo 911 começou a ser desenvolvido ainda em 2019, e aproveita a plataforma do 911 Turbo, o que resulta em maior largura da carroceria. Esse espaço extra também foi aproveitado para redesenhar detalhes, como o aerofólio traseiro estilo ‘pescoço de ganso’, que geram maior pressão aerodinâmica.

Continua após a publicidade

“O novo 911 GT3 Cup inicia um novo capítulo. Nossa meta é bater 5.000 unidades produzidas no próximo ano. Como a linha anterior, esse modelo ajudará uma geração inteira de pilotos talentoso em suas carreiras automobilísticas”, ressaltou Michael Dreiser, diretor de vendas da Porsche Motorsport.

O novo modelo ganhou 28 cm de largura, atingindo a marca de 1,9 mDivulgação/Porsche

A montadora alemã também destacou que seus novos carros deverão usar a nova gasolina sintética, não-poluente, que vem causando burburinho. A turma de Stuttgart também revelou o preço unitário: 225 mil euros.

Interessada em popularizar seu novo carro de corrida, a Porsche quebrará a tradição de estrear o novo modelo do 911 GT3 na Porsche Supercup — categoria de suporte à Fórmula 1. Desse modo, o ‘brabo’ chegará ainda em 2021 às versões de Alemanha, França, Ásia, Benelux e América do Norte da GT3 Cup. À edição brasileira, entretanto, não foi dada previsão.

Com a traseira 1,8 cm mais larga, será possível acoplar rodas de aro 13” no eixo traseiro e 12” no dianteiro. O ronco com o eFuel, promete a Porsche, será idênticoDivulgação/Porsche

A partir de fevereiro as equipes começam a receber seus brinquedinhos, que chegam com ferramentas especiais de ajuste e espaçadores da suspensão tipo wishbone, a fim de permitir o melhor ajuste a diferentes circuitos. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa 739

Continua após a publicidade

Adicionar aos favoritos o Link permanente.