Prefeitura de Juiz de Fora apresenta projeto ‘Visão JF 2030’ de integração regional da Zona da Mata contra crise


Evento virtual será nesta segunda-feira (14) com a presença de autoridades locais, regionais e nacionais para discutir uma ‘retomada verde’ na economia da região. Governador Romeu Zema participa do encontro. Visão geral de Juiz de Fora
Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação
Com a presença do prefeito Antônio Almas (PSDB) e do governador Romeu Zema (Novo), a Prefeitura de Juiz de Fora realiza nesta segunda-feira (14) o evento on-line “Visão JF 2030 – A Saída da Crise!”, para apresentação de projetos sustentáveis desenvolvidos nos últimos anos pela Administração Municipal, estruturados para a retomada econômica do município e da Zona da Mata em um cenário pós-pandemia.
O evento conta com a participação de autoridades e parceiros regionais, nacionais e internacionais e será transmitido pelas redes sociais da Prefeitura, das 9h às 12h.
‘Retomada verde’
De acordo com a Prefeitura, o evento fomenta discussões da chamada “retomada verde”, que introduz na agenda de países, estados e municípios, discussões sobre uma nova ordem econômica mundial, buscando a implementação de políticas públicas sustentáveis, geradoras de emprego e renda.
Esta retomada vem sendo estruturada desde 2018 na região, com o lançamento da Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata, que consolida o compromisso da Prefeitura e entorno com o clima e os “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).
“Trata-se de iniciativa colaborativa suprapartidária, fruto de parceria com a iniciativa privada e governos amigos, reunindo os municípios da Zona da Mata”, explicou o prefeito Antônio Almas.
Para ele, além do esforço regional, a nova ordem econômica mundial exigirá unidade sem precedentes na história das relações internacionais.
“A presença de parceiros neste evento de entregas da Plataforma, como o cônsul britânico em Belo Horizonte, ressalta a relevância do projeto, e demonstra que a Zona da Mata já conta com parceria internacional para a retomada econômica pós-pandemia”, completou o chefe do Executivo.
O cônsul britânico em Belo Horizonte, Lucas Brown, afirmou que a cooperação da Prefeitura de Juiz de Fora com o Governo do Reino Unido, através do Prosperity Fund, é o primeiro passo para a implantação de uma biorrefinaria piloto para produção de biodiesel a partir de óleo vegetal.
O maquinário para a instalação, com capacidade de produção de três mil litros por dia, já está a caminho do Brasil.
Ele lembrou que, na última semana, o Governo de Minas Gerais anunciou parceria inédita com o Reino Unido para impulsionar o desenvolvimento verde e investimentos no estado.
“O acordo com o governador Zema, representando o estado, formalizou a intenção de Minas em promover o desenvolvimento econômico sustentável rumo à neutralização das emissões. Esta nova colaboração reforça o interesse estratégico do Reino Unido em Minas Gerais, abrindo espaço para trabalharmos juntos em ações que visem alcançar economia de baixo carbono, como a Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata”, afirmou o cônsul.
Brown também enfatizou a parceria entre o Reino Unido e Minas Gerais através do investimento da empresa britânica Oxis Energy, para a produção de baterias de lítio-enxofre em Juiz de Fora, que será a primeira planta de baterias de lítio da América Latina.
“Essa parceria com a Oxis Energy em Juiz de Fora atrairá centenas de empregos de alto nível, estabelecerá parcerias de pesquisa e desenvolvimento com a academia local e acelerará a eletrificação da mobilidade no Brasil”, relatou Lucas.
Mobilização regional
Para o evento, a Prefeitura de Juiz de Fora convidou prefeitos eleitos e reeleitos da Zona da Mata a renovarem o apoio à Plataforma de Bioquerosene da região, promovendo a “retomada verde” na direção da bioeconomia regional.
O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agropecuária (Sedeta), Jackson Moreira, explicou que tal retomada exige a mobilização da Zona da Mata na direção da Agricultura 4.0, que possibilita o uso intensivo da tecnologia da informação, promovendo a tecnificação da agricultura familiar e uma agroindústria com processos inovadores de economia circular.
“No evento ‘Visão JF 2030’ apresentaremos a UTD (Unidade Técnica de Demonstração), consorciando o plantio da palmeira macaúba com culturas alimentares, em projeto de cooperação técnica com a Embrapa e apoio da Emater, exemplificado no projeto de recuperação do manancial de João Penido, em Juiz de Fora”, completou o secretário.
Estão confirmadas, entre outras, as participações do secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann; do cônsul britânico, Lucas Brown; do reitor da UFJF, Marcus David; do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe; do diretor da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi-MG), Ronaldo Barquette; do diretor superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), Donizete Tokarski; e do diretor de Biocombustíveis de Aviação da Gol Linhas Aéreas, Pedro Scorza; assim como prefeitos eleitos da região, interessados no potencial da Plataforma em promover o desenvolvimento sustentável nos seus municípios.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.