Presidente da Qualcomm elogia Apple pelo desempenho do novo chip M1

Sabemos que no ano passado Apple e Qualcomm se desentenderam nos tribunais, travando uma longa batalha judicial relacionada à política de licenciamento do design dos chips.

Ambas processaram uma a outra alegando violações de patentes mas, eventualmente, chegaram a um acordo, onde a Apple pagou à Qualcomm cerca de US$ 4,5 bilhões, solucionando o problema e garantindo à Apple uma licença para o uso de chips da Qualcomm por seis anos.

Agora em bons termos, a parceria entre as empresas continua de vento em popa, o que inspirou o presidente da Qualcomm a tecer alguns comentários sobre o novo chip da gigante de Cupertino, o Apple M1.

Clique aqui para ler mais

Adicionar aos favoritos o Link permanente.