Ram 1500 custa R$ 419.990, mas perde nota de segurança por faróis ruins

Picape chegará às lojas apenas com motor a gasolinaFernando Pires/Quatro Rodas

Tudo bem que a Ram 1500 já está à venda no mercado brasileiro e, por aqui, pode custar até R$ 419.990 – com o título de picape mais cara do país. Mas isso não significa que ela se livrou de problemas mundanos: os faróis foram considerados ruins.

De acordo com o IIHS (Insurance Institute for Highway Safety’s), instituição que afere a segurança dos veículos vendidos nos EUA, somente as versões mais caras têm faróis que iluminam suficientemente. Nossa Rebel, porém, teve nota “marginal”.

Esse resultado foi suficiente para rebaixar a picape na classificação: antes, tinha recebido título de Top Safety Pick+, que indica os veículos mais seguros do país norte-americano. Para este ano, o modelo ficou um nível abaixo, como Top Safety Pick.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

Mas a organização também indica que a Ram 1500 se saiu bem em boa parte dos outros testes, como frenagem de emergência, capaz de evitar colisões entre 19 km/h e 40 km/h; e nos diferentes tipos de colisões, inclusive na prova de quina frontal.

Faróis da versão Rebel, vendida no Brasil, foram considerados ruinsFernando Pires/Quatro Rodas

E a picape também foi eficiente em boa parte das simulações com detecção de pedestres, conseguindo frear totalmente ou reduzindo a velocidade para evitar danos severos. Mas falhou ao reconhecer o boneco “andando” no mesmo sentido da via.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa 739

Continua após a publicidade

Adicionar aos favoritos o Link permanente.