SC irá habilitar e prorrogar UTIs com R$ 12,8mi de investimentos

Foram 116 leitos contemplados com uma medida do Governo do Estado que prevê prorrogação e habilitação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), sendo 35 habilitados e 81 prorrogados.

Leitos UTI Covid-19 estão todos ocupados no HRO de Chapecó – Foto: Divulgação/ND

São efeitos das portarias publicadas nesta quarta-feira (16), que estipulam recursos no combate à Covid-19.

Leitos de suporte ventilatório pulmonar também tiveram habilitação autorizada pelo Ministério da Saúde, sendo destinados aos pacientes que precisam de suporte para respiração, mas não encontram-se em estado grave.

A portaria ministerial, também da quarta (16), habilita por 90 dias estes leitos, de modo temporário, e há possibilidade de prorrogação por mais 90 dias.

O valor para os recursos será transferido de fundo para fundo em um só montante, correspondendo ao valor do período estipulado.

Hospitais que tiveram leitos habilitados:

  • Hospital Regional Deputado Afonso Ghizzo, de Araranguá: 10 leitos
  • Hospital São Francisco, em Concórdia: 5 leitos
  • Hospital Regional Helmuth Nass, de Biguaçu: 10 leitos
  • Hospital Waldomiro Colautti, de Ibirama: 10 leitos

Estes leitos foram habilitados por 90 dias, e podem ser prorrogados por mais 60. As unidades que foram contempladas com prorrogações, devem ficar com as unidades habilitadas por mais 60 dias.

Hospitais que tiveram leitos prorrogados:

  • Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste: 6 leitos
  • Hospital Regional do Oeste, em Chapecó: 5 leitos
  • Hospital Nereu Ramos, em Florianópolis: 5 leitos
  • Hospital Universitário Santa Terezinha, em Joaçaba: 6 leitos
  • Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê: 6 leitos
  • Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul: 10 leitos
  • Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí: 45 leitos

As medidas, como citado, integram um pacote que visa desafogar o sistema público e aproveitar o equipamento em solo catarinense. No total, o montante é de R$ 12,8 milhões.

Valor repassado para cada cidade:

  • Itajaí: R$ 4,32 milhões
  • Araranguá: R$ 1,44 milhão
  • Biguaçu: R$ 1,44 milhão
  • Ibirama: R$ 1,44 milhão
  • Rio do Sul: R$ 960 mil
  • Concórdia: R$ 720 mil
  • São Miguel do Oeste: R$ 576 mil
  • Florianópolis: R$ 480 mil
  • Joaçaba: R$ 384 mil
Adicionar aos favoritos o Link permanente.