Secretária de educação planeja volta às aulas com 25% dos alunos em sala por dia; veja detalhes do plano


Retomada das atividades presenciais nas escolas de Palmas está prevista para 2 de fevereiro de 2021. Alunos com deficiências ou comorbidades, assim como os CMEIs não vão voltar no mesmo momento. Escolas municipais de Palmas estão sendo preparadas para o retorno das aulas híbridas
A secretária de educação de Palmas, Cleizenir dos Santos, explicou que a volta das atividades presenciais na rede municipal deverá ser com apenas 25% dos estudantes em sala por dia. As aulas no município foram suspensas em março por causa da pandemia e o retorno está previsto para 2 de fevereiro de 2021. Durante entrevista à TV Anhanguera, a responsável deu detalhes do plano pedagógico que está sendo elaborado pelo município.
“Construímos um calendário escolar com a participação dos professores das escolas, com esse retorno para a data de 2 de fevereiro. É um plano, estamos planejando. Podemos retornar essas atividades híbridas no dia 2 de fevereiro ou não, tudo depende da saúde e como vai estar”, disse.
As escolas da rede pública estão sendo adaptadas para manter o distanciamento das carteiras, além da instalação de totens de álcool em gel e pias para os alunos lavarem as mãos. A secretária informou que a retomada não será dividida por pelas séries, mas um quantitativo igual para todas as turmas do 1º ao 9º ano. Ao todo, são 41 mil alunos na rede municipal.
“A proposta é 25%. Significa que toda a rede vai voltar no dia 2, são 25% de cada sala […] Um dia na semana ele vai ter a aula dele normal, vai levar as atividades e vai continuar com as atividades remotas do mesmo jeito também”, explicou.
Aulas devem ser retomadas em fevereiro na rede municipal de Palmas
Divulgação/Prefeitura de Palmas
Alunos com deficiências e comorbidades não devem ser incluídos na primeira etapa da retomada. Eles continuarão com atividades online e acompanhamento dos professores. A volta às salas de aulas vai depender da situação da pandemia.
Ainda segundo a secretária, os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) também não vão voltar nos primeiros 14 dias. “A possibilidade do CMEI retornar existe, porém, não na mesma data dos alunos do fundamental”, explicou.
Secretária fala sobre o retorno das aulas presenciais na rede municipal de Palmas
As escolas estão organizando uma sala para atender as crianças que apresentarem sintomas durante as aulas. Os alunos deverão ficar em isolamento até a chegada da família, caso apresentem febre ou dor de cabeça, por exemplo.
Cleizenir dos Santos também explicou que os servidores e professores receberão os equipamentos de proteção necessários e o município está fazendo estudos financeiros para reforçar o quadro.
“Nós vamos precisar ter professores substitutos, professor que vai acompanhar, professor que vai gravar […] Nós temos também professores com comorbidades, então vai gerar um valor alto porque nós temos muitas escolas”, comentou.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.