Secretaria de Saúde de Goiás não emite dados de coronavírus após pane elétrica causada pela chuva


Como precaução, os servidores e links de dados tiveram de ser desligados, para evitar danos ainda maiores. Teste coronavírus Covid-19 Goiás
Reprodução/TV Anhanguera
A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou neste sábado (12) que, devido à pane elétrica provocada pelas chuvas nesta semana, foi danificada toda a infraestrutura que sustenta a Tecnologia da Informação (TI) de sua sede, no Parque Santa Cruz, em Goiânia. Como precaução, os servidores e links de dados tiveram de ser desligados, para evitar danos ainda maiores.
Os dados de sexta-feira (11) revelam que o estado tem 293.032 casos de coronavírus e 6.534 mortes em decorrência da doença.
Em consequência da pane elétrica, durante este fim de semana, a SES informou que ficarão indisponíveis todos os sistemas internos que alimentam as informações da secretaria, como Sinavisa, SAF, SIM, Sinasc, Mapa de Leitos e os painéis de monitoramento da Covid-19, bem como o acesso à internet nas unidades da SES, Lacen-GO e Cemac Juarez Barbosa.
Por este motivo, a pasta não vai divulgar o boletim como os novos casos de Covid-19 no estado. Segundo a SES, todas as medidas para o pronto restabelecimento dos sistemas estão sendo tomadas.
Evolução dos casos
Casos confirmados:
O governo estadual registrou os três primeiros casos de Covid-19 em 12 de março;
Em 15 de junho, o estado contabilizou 10 mil casos de coronavírus e 226 mortes;
Em 19 de julho, devido a uma instabilidade no sistema de notificação, houve redução de 17 casos nos números de infectados;
Em 14 de agosto, o estado ultrapassou 100 mil casos confirmados da doença;
No dia 18 de agosto, o estado registrou o recorde de casos, com 4.128 novas confirmações e 128 mortes por Covid-19 em um dia;
Goiás ultrapassa 150 mil casos em 9 de setembro;
Em 1º de dezembro, o estado passou de 280 mil casos confirmados.
Mortes confirmadas:
A primeira morte por coronavírus registrada em Goiás foi em 26 de março;
A marca de 1 mil mortes foi registrada em 16 de julho, dois meses após o início da pandemia em Goiás;
No dia 18 de agosto, o estado registrou o recorde de mortes, com 128 novas confirmações em um dia;
A marca de 3 mil mortos foi atingida em 28 de agosto;
Goiás chegou a 6 mil mortes em 18 de novembro.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
VÍDEOS: Coronavírus em Goiás
Adicionar aos favoritos o Link permanente.