Secretário de Saúde de MT está internado há 10 dias com suspeita de reinfecção por coronavírus

Gilberto Figueiredo testou positivo para a Covid-19 em junho deste ano e agora está internado com suspeita de reinfecção. Secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, está internado em São Paulo
Christiano Antonucci
O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, completa nesta sexta-feira (11) 10 dias internado para tratamento após ser diagnosticado com pneumonia, tratamento da doença de Crohn e suspeita de Covid-19. O caso dele é um dos cinco considerados suspeitos de reinfecção pelo novo coronavírus, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES).
A princípio, Gilberto Figueiredo foi internado em um hospital particular de Cuiabá, mas depois foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.
Cuiabá registrou mais dois casos de suspeita de reinfecção pela Covid-19 e os outros dois são em Campos de Júlio e Nobres.
Gilberto testou positivo para a Covid-19 em junho deste ano.
Na época, ele não apresentou sintomas específicos da doença e ficou em isolamento domiciliar para cumprir a quarentena, de acordo com as recomendações e protocolos das equipes de Vigilância Epidemiológica.
Casos de Covid-19 em MT
A SES notificou, até esta quinta-feira (10) 165.454 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.233 óbitos.
Do total, 3.684 estão em isolamento domiciliar e 156.980 estão recuperados.
Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 150 internações em UTIs públicas e 165 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 37,22% para UTIs adulto e em 19% para enfermarias adulto.
Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (37.029), Rondonópolis (12.214), Várzea Grande (11.720), Sinop (8.806), Sorriso (7.197), Lucas do Rio Verde (6.612), Tangará da Serra (6.452), Primavera do Leste (5.404), Cáceres (3.659) e Nova Mutum (3.522).

Adicionar aos favoritos o Link permanente.