Sete empresas de polpas de frutas recebem certificados de qualidade, em Santarém


Documento foi concedido pela Adepará. Agora, essas empresas podem comercializar seus produtos em todo o Estado. Produtores contemplados com certificação de agroindústrias artesanais
Agência Pará/Divulgação
A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) concedeu a sete agroindústrias de produtos de origem vegetal de Santarém, no oeste paraense, a certificação de “agroindústrias artesanais”. A entrega dos documentos representa a legalização das empresas de polpas de frutas, que agora podem comercializar seus produtos em todo o Estado.A Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) concedeu a sete agroindústrias de produtos de origem vegetal de Santarém, no oeste paraense, a certificação de “agroindústrias artesanais”. A entrega dos documentos representa a legalização das empresas de polpas de frutas, que agora podem comercializar seus produtos em todo o Estado.
A expectativa é que o número de agroindústrias certificadas aumente ainda mais em 2021. A entrega dos certificados ocorreu na sede do órgão e contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Hugo Yutaka Suenaga, e do diretor-geral da Adepará, Jamir Macedo.
“A legalização das agroindústrias artesanais promove segurança alimentar para a população, contribui para a saúde pública e gera emprego e renda para a região. Além do reconhecimento de qualidade, o produto registrado pela Adepará tem trânsito livre dentro do Estado, o que significa a possibilidade de ampliação do mercado”, ressaltou Jamir Macedo.
À Adepará cabe a fiscalização dos estabelecimentos e produtos, mas também orientar por meio de visitas técnicas. O objetivo é fazer com que o produtor possa se adequar às normas e, garantir que a população tenha acesso a produtos de qualidade.
Para receber o registro, o produtor deve se adequar às normas estabelecidas pelo órgão, que prevê melhorias nas instalações, higiene na manipulação e transporte adequado dos produtos, entre outras normas, dentro das exigências sanitárias previstas nas Boas Práticas de Produção.
“A certificação é garantia de alimentos produzidos dentro dos padrões sanitários. O Selo Artesanal da Adepará garante a qualidade dos produtos, o que significa mais segurança para o consumidor e uma nova oportunidade de negócio para o produtor”, explica Lucionila Pimentel, diretora de Defesa e Inspeção Vegetal.
Os produtores rurais que têm dúvidas ou que pretendem registrar sua empresa, devem procurar o escritório da Adepará ou entrar em contato com a Gerência de Produtos Artesanais Vegetal. Os telefones e endereços estão no site da Adepará.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.