Sucesso no Youtube, Ronnie von diz que não conhecia a força das redes: ‘É uma maluquice’

O cantor e compositor, Ronnie von, participou do programa ‘De Tudo Um Pouco‘ desta quinta-feira, 17, e comentou sobre sua saída da TV Gazeta e a entrada no Youtube. “Eu estava confortável na emissora há 15 anos e, de repente, as coisas complicaram porque deixaram de pagar o adicional noturno, queriam me passar para tarde por causa desse problema e fiquei com um ‘elefante’ atrás da orelha. Fiz um programa de sexta-feira e a superintendência queria falar comigo. ‘Ronnie entenda, não temos mais condição de honrar o compromisso com você’. Eu respondi ‘Não tenho o menor problema’, mas sai doído”, contou. Mesmo com um acordo com a TV Bandeirantes para depois da pandemia, o cantor criou seu canal no Youtube, ‘A Garagem do Ronnie‘.

“Eu tinha muita resistência a essa história da internet, porque a minha geração sobreviveu sem essas coisas, mas hoje eu mesmo não consigo sobreviver sem. Fui forçado pelo meu empresário e pela família. ‘Você sempre trabalhou no canal dos outros, agora você vai trabalhar no seu e não vai ter ponto no ouvido’. Eu junto com os pedreiros e o arquiteto botei a mão na massa e não sabia que tinha essa força. Eu comecei a ficar de novo confortável. Para monetizar isso demora um tempo e, até que esse tempo chegue, eu vou estar no ar, mas não vou largar isso não. Vou fazer algo paralelo. O que eu tenho de audiência no número de espectadores, tenho mais do que eu tinha na televisão aberta. É uma maluquice”, completou.

Ronnie von também comentou sobre sua quarentena. “Inicialmente foi uma coisa bastante confortável, estava conversando com a Rita Lee e temos uma coisa em comum: nós dois detestamos sair, detestamos festa, qualquer festa. Mas com o passar do tempo, você começa a sentir falta do abraço e do beijo. Tudo foi uma coisa que me comprometeu emocionalmente, isso foi o que de mais importante aconteceu. Essa coisa física faz muito bem pra mim. Eu gosto de pessoas, dos amigos próximos. Não está acontecendo e isso complica”. Perguntado se vai ou não tomar a vacina contra Covid-19, Ronnie respondeu. “Não sou uma pessoa contrária a vacina. A única coisa que me interessa é saber a eficácia. Se a ciência acreditada dizer que é eficaz eu tomo, se dizer que não é eficaz eu não tomo. É simples assim”, finalizou.

Confira o programa completo desta quinta-feira, 17:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.