Temporal provoca bloqueios e estragos em seis rodovias de Santa Catarina

As chuvas fortes que atingiram Santa Catarina na madrugada desta quinta-feira (17) provocaram estragos também nas rodovias.

Queda de barreira na SC-350, em Aurora – Foto: PMRv/Divulgação/ND

No município de Aurora, no Alto Vale do Itajaí, a rodovia SC-350 foi parcialmente interditada no km 368,350 por causa de uma queda de barreira. Até o meio-dia, a rodovia seguia sinalizada por cones.

De acordo com a PMRv (Polícia Militar Rodoviária), a Secretaria de Estado da Infraestrutura foi informada da ocorrência, mas ainda não há previsão de chegada de maquinários no local.

Ainda na SC-350, foi registrado desmoronamento do bordo da pista e lama no trecho do km 369,600. O local não chegou a ser interditado e o trânsito flui normalmente.

No trecho dos quilômetros 10 e 15, em São Pedro Alcântara, uma árvore caiu em meia pista e provocou o bloqueio parcial da rodovia. O local está sinalizado.

No km 10 da SC-281 houve o registro de lama sobre a pista.

Uma guarnição da polícia militar rodoviária também se deslocou para a SC-340, em Presidente Getúlio. No entanto, até o meio-dia, ainda não havia informações sobre o tipo de ocorrência na rodovia.

O município foi um dos mais afetados pelo temporal. Foram registradas ao menos sete mortes.

Rodovias federais

As fortes chuvas também causaram estragos nas rodovias federais do Estado. Foi registrado um deslizamento de terra no km 150 da BR-470, no trevo de Agronômica. Por volta das 23h45, um caminhão e um carro acabaram sendo atingidos, interditando a rodovia.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o trecho foi liberado por volta das 11h.

No km 118 da BR-470, no município de Ibirama, houve um transbordamento de um ribeirão passando uma lâmina de água e lama sobre a pista, deixando a rodovia interditada. Até as 11h10, o ponto no município de Ibirama seguia com fluxo lento de veículos.

Rodovia BR-470 foi interditada após o deslizamento de terra provocado pelos temporais - PRF/Divulgação
1
6

Rodovia BR-470 foi interditada após o deslizamento de terra provocado pelos temporais – PRF/Divulgação

Queda de barreira na SC-350, em Aurora  - PMRv/Divulgação/ND
2
6

Queda de barreira na SC-350, em Aurora – PMRv/Divulgação/ND

PMRv registrou ocorrências nas rodovias estaduais - PMRv/Divulgação/ND
3
6

PMRv registrou ocorrências nas rodovias estaduais – PMRv/Divulgação/ND

Lama sobre a pista na SC-281 no km 10 - PMRv/Divulgação/ND
4
6

Lama sobre a pista na SC-281 no km 10 – PMRv/Divulgação/ND

Desmoronamento do bordo da pista e lama em Aurora, SC-350 km 369,600 - PMRv/Divulgação/ND
5
6

Desmoronamento do bordo da pista e lama em Aurora, SC-350 km 369,600 – PMRv/Divulgação/ND

Desmoronamento do bordo da pista e lama em Aurora, SC-350 no km 369,600 - PMRV/Divulgação/ND
6
6

Desmoronamento do bordo da pista e lama em Aurora, SC-350 no km 369,600 – PMRV/Divulgação/ND

Além dos alagamentos, a BR-470 teve pontos de deslizamento de terra e pedras, porém, segundo a polícia, não prejudicou o fluxo da rodovia.

No km 215 da BR-101, em Palhoça, a via marginal no sentido Porto Alegre ficou interditada durante a madrugada devido ao alagamento da pista.

Alerta máximo

Após os estragos causados pelos temporais, Defesa Civil emitiu alerta para chuva volumosa e risco de deslizamentos no Estado.

A região do Alto Vale do Itajaí (em vermelho) segue em alerta máximo para o risco de chuva volumosa e deslizamentos. Nas regiões da Grande Florianópolis e Médio Vale do Itajaí (laranja) é alto o risco dessas ocorrências.

De acordo com a Defesa Civil estadual, o acumulado, nas últimas 72 horas soma valores acima de 200 mm em áreas do Alto Vale do Itajaí, e de 150 mm na Grande Florianópolis, Baixo e Médio Vale do Itajaí.

Nas próximas 24 horas, a previsão é de que os acumulados podem passar pontualmente dos 50 mm. 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.