Ubirany, do Fundo de Quintal, é enterrado no Rio sob aplausos


Músico morreu na sexta-feira (11), de Covid-19. Ubirany, do grupo Fundo de Quintal, durante show no Allianz Parque, em São Paulo, em junho de 2019 (foto de arquivo)
Léo Pinheiro/Framephoto/Estadão Conteúdo/Arquivo
O corpo do cantor Ubirany, do Fundo de Quintal, foi enterrado sob aplausos e orações por volta das 16h deste sábado (12) no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. Por conta dos protocolos de combate ao novo coronavírus, apenas familiares e amigos mais próximos estiveram presentes.
Ubirany Félix tinha 80 anos e morreu nesta sexta-feira (11) após complicações causadas pela Covid-19. Ele é dos fundadores do grupo Fundo de Quintal. Na década de 1970, cantor foi o responsável por introduzir o repique de mão no mundo do samba.
FOTOS: A trajetória de mais de 40 anos na música
O diretor do Cacique de Ramos, Ronaldo Felipe, esteve no velório e contou ao G1 que, apesar de singela, o amigo recebeu uma linda homenagem durante a despedida.
“Por conta dos protocolos, nem todos puderam ir. Mas os que estavam presentes fizerem uma homenagem muito bonita, cantaram algumas músicas, teve muitos aplausos e orações. Ele vai fazer muita falta, já está fazendo, na verdade. Ubirany era um cara de outro mundo, uma uma serenidade. Me ajudou muito também nessa trajetória”, contou Ronaldo.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.