Ubirany, do grupo Fundo de Quintal, morre de Covid aos 80 anos

O cantor, compositor e ritmista estava internado no Rio havia mais de uma semana. Um dos fundadores do grupo Fundo de Quintal, Ubirany criou o repique de mão. Ubirany, do grupo Fundo de Quintal, morre de Covid aos 80 anos
Morreu nesta sexta-feira (11), vítima da Covid, um mestre do samba, o músico Ubirany Félix do Nascimento, um dos fundadores do grupo Fundo de Quintal.
Ubirany era um querido. É assim que os amigos se referem ao músico que ajudou a criar o grupo Fundo de Quintal. E foi no Cacique de Ramos, berço do samba carioca, que nasceu um novo andamento para o ritmo centenário: o tal pagode.
“Nós costumávamos dizer que é uma brincadeira que virou coisa séria”, disse certa vez Ubirany.
Beth Carvalho, de olho na novidade, chamou logo a rapaziada. E em 1978 lançou um álbum histórico, de pé no chão.
Ubirany é parte da alma dessa revolução. Ele criou um instrumento novo, o repique de mão, proeza sem tamanho.
“É um dos maiores orgulhos de nós, do Fundo de Quintal, termos introduzido no samba instrumentos muito nossos. É o caso do repique de mão, que eu criei”, contava Ubirany.
“O samba que a gente ouve hoje tem influência direta do instrumento criado por Ubirany, que é o repique de mão”, disse a cantora e compositora Teresa Cristina.
Sem alarde, o repique de mão tomou o samba e mesmo sendo artista de tamanha importância, Ubirany nunca buscou protagonismo. Ele generosamente iluminava parceiros como Jorge Aragão, Sombrinha, Almir Guineto, Arlindo Cruz.
Ao lado do irmão, Bira Presidente, o Fundo de Quintal conquistou 15 discos de ouro, três de platina e um Grammy Latino.
Ubirany estava internado havia mais de uma semana por causa da Covid-19. Aos 80 anos, ele não suportou as complicações da doença e morreu na manhã desta sexta. Ao Brasil ele deixa como legado uma parte importante da história do samba. Aos amigos, a saudade.
“Estou muito triste, sei que todo o meu segmento sempre soube do Ubirany e vai sentir muita falta”, disse o cantor e compositor Jorge Aragão.
“O falecimento do meu amigo Ubirany, o ‘vice’, do Fundo de Quintal, do Cacique de Ramos, que me recebeu de braços abertos. Que Deus também o receba de braços abertos”, afirmou Zeca Pagodinho.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.