Veja quando o plano de saúde não cobre o teste de Covid-19


Existem dois tipos principais de testes que detectam a Covid-19: o PCR e o sorológico. Enfermeiro passa por teste RT-PCR, para detectar a presença do coronavírus, em hospital de Arles, no sul da França, em foto de 28 de outubro
Daniel Cole/AP
Os testes são fundamentais para o diagnóstico de Covid-19. Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), os planos de saúde fazem a cobertura dos testes PCR e o sorológico, mas é preciso seguir alguns critérios.
Entenda a diferença entre teste rápido e PCR
ANS decide que convênios têm de cobrir teste sorológico
Existem dois tipos principais: o chamado PCR e o sorológico. O PCR (cotonete inserido pelo nariz) mostra se o corpo está com o vírus ativo. Já o sorológico (teste rápido) indica se a pessoa já entrou em contato com o vírus num curto ou maior espaço de tempo.
Veja quando você pode fazer o teste pelo plano de saúde:
PCR – será coberto nos casos em que há indicação médica, de acordo com o protocolo e as diretrizes definidas pelo Ministério da Saúde.
Sorológico – deve ser solicitado pelo médico nos seguintes casos: pacientes com Síndrome Gripal ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) a partir do oitavo dia do início dos sintomas; crianças ou adolescentes com quadro suspeito de Síndrome Multissistêmica Inflamatória pós-infecção pela Covid-19.
Veja quando o convênio não cobre o exame sorológico:
Quando o PCR prévio deu positivo para SARS-CoV-2
Pacientes que já tenham realizado o teste sorológico, com resultado positivo
Pacientes que já tenham realizado o teste sorológico, com resultado negativo, há menos de uma semana
Quando for teste rápido
Pacientes cuja prescrição tem finalidade de rastreamento, retorno ao trabalho, pré-operatório, controle de cura ou contato próximo/domiciliar com caso confirmado
Verificação de imunidade pós-vacinal
Veja VÍDEOS sobre o coronavírus
Adicionar aos favoritos o Link permanente.