“Vi a morte na frente”, diz motorista após acidente em Chapecó

O resgate do motorista da VW/Saveiro, após o acidente grave na SCT-480, em Chapecó, no Oeste catarinense, demorou cerca de 1h. Ele foi transportado ao HRO (Hospital Regional do Oeste) pela aeronave do Saer/Fron por volta das 8h30 desta segunda-feira (14).

Batida envolveu uma Saveiro e um microonibus – Foto: Internet/Divulgação ND

O motorista do micro-ônibus, Isaías Zanrosso, de 60 anos, transitava sentido SC a RS próximo da comunidade de Marechal Bormann. Ele relatou que chegava na garagem onde estacionaria o micro-ônibus.

“Foi tudo muito rápido. Eu freei e do nada o motorista da Saveiro saiu da terceira pista e veio na minha direção. Foi tão rápido que vi a morte na frente”, conta o motorista a Rádio Condá.

O Cabo Anderson da Silva Gheller, do Corpo de Bombeiros, conta como foi o resgate da vítima.

“O condutor da Saveiro estava preso às ferragens. A situação dele era crítica, com múltiplas fraturas e precisava ser socorrido o mais rápido possível. A situação da vítima requer mais agilidade, porém com segurança. Ele estava inconsciente”, relatou.

O motorista da VW/Saveiro é morador do Rio Grande do Sul e no momento da batida se deslocava para o estado gaúcho.

Motorista ficou gravemente ferido - Internet/Divulgação ND
1
3

Motorista ficou gravemente ferido – Internet/Divulgação ND

Colisão ocorreu na SCT-480, sentido comunidade a Marechal Bormann - Internet/Divulgação ND
2
3

Colisão ocorreu na SCT-480, sentido comunidade a Marechal Bormann – Internet/Divulgação ND

Motorista ficou preso às ferragens - Internet/Divulgação ND
3
3

Motorista ficou preso às ferragens – Internet/Divulgação ND

Adicionar aos favoritos o Link permanente.